domingo, 29 de abril de 2012

Poema para os catequistas:

Muito mais que um trabalho,
Um desejo  de servir.


Fico, às vezes, deprimida
Quando vem a tempestade
Mas me ergo em seguida
Pois meu alvo é a minha comunidade.

Se há pedras no caminho
Tropeço, mas não vou ao chão
Meus colegas não me deixam sozinha
Acredito na força da união.

E se tentam me intimidar,
Eu não penso em desistir
Busco apenas melhorar
Para  poder sempre servir.



Às vezes me sinto cansada
Sem estímulo para  trabalhar As vezes penso que não sou nada
E nada tenho a ofertar.

Mas eu luto, vou em frente
Procurando o que fazer
Quero mais oportunidades
Para ter o que oferecer.

Tenho orgulho do que faço
Me sinto como um vencedor
Quero ter sempre o meu espaço
Nesta missão amor.


 pedido realizado da nossa colaborado catequista
maria Lucia da Com. N.S. de Fátima.
cofere pagina de recado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário